top of page

Nutricionista: profissional responsável por promover uma vida com mais saúde, mais sabor e mais amor

O dia do nutricionista é celebrado nesta quarta-feira, 31 de agosto. A data serve para lembrarmos dessa importante profissão da área da saúde que vai muito além de prescrever dietas para emagrecimento. A escolha da data se deu devido à criação da Associação Brasileira dos Nutricionistas (ABN), que ocorreu em 1949.

Posteriormente, a ABN foi substituída pela Federação Brasileira de Nutricionista e, depois, pela Associação Brasileira de Nutrição (Asbran). O primeiro curso superior em Nutrição do Brasil foi criado em 1939, na Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo. A profissão de nutricionista, porém, só foi regulamentada anos depois, em 24 de abril de 1967.

A nutrição adequada e balanceada é essencial para manter uma vida de qualidade. Suas escolhas diárias afetam diretamente o seu organismo e a sua saúde, tornando a nutrição um dos pilares mais importantes da dieta saudável. Os hábitos alimentares são reconhecidos em todo o mundo como um dos principais fatores determinantes da saúde, tanto na prevenção com tratamento de doenças.

O nutricionista é o profissional habilitado para promoção, manutenção e recuperação da saúde por meio da alimentação, a partir da atuação diversas áreas, como nas áreas clínica, saúde pública, esportiva, unidades de alimentação e segurança alimentar, consultoria, cozinhas experimentais, educação nutricional, ensino e pesquisa.

Veja quais são os diferentes profissionais que atuam na área da Nutrição

É importante que você também conheça os diferentes profissionais que atuam na área da Nutrição.

Geralmente, existem três opções de carreira para quem deseja trabalhar nesse segmento: técnico em nutrição, nutricionista ou nutrólogo. Entenda as diferenças!

Técnico em Nutrição

Para ser um técnico em nutrição, é necessário fazer um curso na área, geralmente com duração de dois anos. O profissional técnico quase sempre atua em conjunto com o nutricionista, como uma espécie de auxiliar. Ele ajuda na elaboração de cardápios, treinamentos e atividades que envolvam a alimentação.

Nutricionista

Para atuar como Nutricionista é preciso fazer uma faculdade de Nutrição, com duração média de quatro anos. As atribuições do nutricionista estão relacionadas a promover uma educação alimentar nos pacientes, bem como acompanhar os processos produtivos dos alimentos.

Nutrólogo

O nutrólogo, por sua vez, é o médico especialista em Nutrição. Por isso, para atuar nessa área, é preciso cursar a faculdade de Medicina e, em seguida, fazer uma especialização no segmento. A função do nutrólogo é diagnosticar, tratar e ajudar a prevenir doenças relacionadas ao metabolismo e à ingestão de alimentos. Ao contrário do nutricionista, esse profissional pode receitar medicamentos, caso julgue necessário.

Para entender um pouco mais sobre esta área e sua importância no nosso dia, fizemos uma entrevista com a nutricionista da Clínica Soma, Dra. Cláudia Andrea Patounas. Confira abaixo:

  1. O que te fez seguir essa profissão de nutricionista?

Desde pequena eu brincava de ser apresentadora de tv e no programa eu falava que precisávamos cuidar da nossa saúde, fazer atividade física e ter uma alimentação saudável e então escolhi essa profissão para seguir, pois tinha curiosidade de saber mais sobre os alimentos e principalmente prevenir doenças.

  1. Qual a importância de um Nutricionista?

O nutricionista é o profissional habilitado para educar a população a assumir hábitos alimentares mais saudáveis, a fim de prevenir o surgimento de doenças crônicas decorrentes da má alimentação.

  1. Quais as principais funções do nutricionista?

São várias, dependendo da área de atuação, mas no geral é ensinar bons hábitos alimentares para manter uma qualidade de vida e um organismo saudável e/ou auxiliar no tratamento de doenças.

  1. Quais as áreas de atuação do nutricionista e em qual você atua?

O profissional nutricionista pode atuar em diversas áreas como: hospitais, clinicas, escolas, saúde pública, nutrição para atletas e esportistas, na produção de novos produtos, indústrias alimentícias, segurança alimentar, dentre outras. No momento, por adorar minha profissão, eu atuo com educação nutricional em escola, duas clinicas oncológicas, atendimentos online e indústria alimentícia.

  1. Como é o seu dia-a-dia como nutricionista?

Bem corrido, mas adoro! Como disse, eu trabalho em diversas áreas, mas consigo conciliar, fazer meus horários e ter uma boa qualidade de vida.

  1. Qual o fator mais comum que faz as pessoas buscarem a ajuda de um profissional nutricionista?

Para emagrecer, mas ultimamente as pessoas estão em busca de saúde e prevenção de doenças.

  1. O que é uma alimentação saudável?

É uma alimentação variada, colorida, rica em frutas, verduras, cereais integrais, fibras, proteínas magras e gorduras boas, evitando o excesso de carboidratos simples, frituras e produtos industrializados.

  1. Qual a importância do acompanhamento nutricional na manutenção de uma vida saudável?

Manter o peso adequado, prevenindo ou tratando doenças, auxiliando no objetivo e na fase de vida do indivíduo, seja na infância, adolescência, gestação, fase adulta.

  1. Qual a necessidade de se manter uma alimentação saudável?

Para ter um corpo saudável, ter disposição, melhorar o sono e qualidade de vida no geral.

  1. Existem alimentos que auxiliam na manutenção de uma boa saúde mental?

Sim, uma dieta rica em alimentos integrais, legumes, frutas, frutos do mar, carne magra, nozes (oleaginosas no geral) e leguminosas, fornece nutrientes essenciais à manutenção de uma saúde mental equilibrada. Nutrientes como ômega 3, selênio, magnésio, zinco, vitaminas do complexo B, vitamina D, dentre outros, são indispensáveis para saúde mental.

  1. Quais fatores são levados em consideração ao elaborar um cardápio alimentar para alguém?

Eu levo muito em consideração preferencias alimentares, hábitos alimentares e de vida e objetivos do indivíduo.

  1. Quais cuidados devem ser tomados por quem deseja fazer uma reeducação alimentar e ter qualidade de vida?

Evitar fazer restrições alimentares muito severas, evitar dietas e dicas na internet e buscar um profissional nutricionista para acompanhar durante esse processo.

  1. Você concorda que a saúde começa com uma alimentação adequada? Por quê?

Sim, ingerindo nutrientes adequados e necessários para o nosso dia, mantendo o peso adequado e prevenindo doenças.

  1. Qual é a importância da parte nutricional para um paciente que está enfrentando uma doença como câncer, por exemplo?

Ter o acompanhamento nutricional durante qualquer fase de tratamento de doenças é fundamental para melhorar a saúde e qualidade de vida do paciente. No caso de câncer, manter ou recuperar o estado nutricional, fazer o manejo nutricional dos efeitos colaterais do tratamento, como constipação, náuseas, inapetência, boca seca, alteração do paladar, dentre outros, cuidar do sistema imunológico e da segurança alimentar desse paciente, auxiliar no pré e pós cirúrgico, melhorando a cicatrização e evitando complicações.

  1. E para quem tem alguma doença autoimune, existem recomendações específicas para a parte nutricional?

Tem sim, mas cada prescrição é individualizada, no geral auxiliar no controle da doença, cuidando da ingestão adequada de nutrientes e principalmente do sistema imunológico.

171 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page